Rodovias do Sul Fluminense poderão ser privatizadas em breve

Rodovias do Sul Fluminense poderão ser privatizadas em breve

27 de junho de 2019 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO E VOLTA REDONDA – Três estradas estaduais do Sul do Rio podem ser privatizadas. Os trechos fazem arte de um pacote de concessões à iniciativa privada proposto pelo Governo do Rio, que tem planos para privatizar serviços prestados pelo poder público estadual. Uma das iniciativas é a privatização da RJ-145, RJ-155 e RJ 127.

A RJ-145 tem 108 km de extensão. Vai do distrito de Passa Três, no município de Rio Claro, até Rio das Flores. A falta de manutenção é visível, com mato alto no acostamento e placas de sinalização escondidas. Segundo os motoristas, os desmoronamentos são constantes e a terra invade a estrada.

“Quando chove, a estrada é sempre invadida por barro, por falta dessa manutenção que teria que ser feita, deixando o acostamento limpo”, disse o aposentado Ismar Moreira.

A RJ-155 (Rodovia Saturnino Braga) tem 76 km de extensão, entre Barra Mansa e Angra dos Reis e a RJ-127 abrange 44 km entre a Via Dutra, em Paracambi e a BR-393 (Lúcio Meira), em Vassouras.

Um estudo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro aponta que as três rodovias estaduais precisam de investimento da ordem de R$ 6,8 bilhões em um período de 30 anos. O dinheiro seria usado em obras e manutenção das estradas.

Foto: Reprodução/TV Rio Sul

De acordo com a Firjan, ainda não há um modelo de concessão definido. Há pelo menos duas alternativas: as concessionárias instalariam praças de pedário ou seriam contratadas pelo Governo do Estado para administrarem as rodovias.

O presidente da Firjan Antônio Carlos Vilela disse que a privatização vai garantir a manutenção constante, o que é fundamental para o desenvolvimento econômico da região.

“É fator de tomada de decisão para a instalação da empresa. Você não vai instalar uma empresa de grande, médio porte em uma rodovia que é precária. Isso sem dúvida não traz progresso e desenvolvimento. Então temos a expectativa, de que, além da manutenção para o trasporte de passageiros, que as empresas possam expandir até chegar a vinda de mais empresas para a região”.

O Governo do Estado informou que não há privatização para as licitações de privatização das estradas. Sobre as condições da RJ-145, o Departamento de Estradas de Rodagem disse que existe um projeto de melhorias para a estrada, mas que está em fase de licitação. Disse ainda que não tem um prazo para as obras começarem.

Com informações do Governo do Estado do Rio de Janeiro e TV Rio Sul