Rodoviários de Curitiba decidem não aderir a paralisação desta sexta-feira 14

Rodoviários de Curitiba decidem não aderir a paralisação desta sexta-feira 14

13 de junho de 2019 Off Por revistadoonibus

CURITIBA – Diferente de outras capitais, os rodoviários do transporte coletivo de Curitiba devem operar normalmente nesta sexta-feira (10), dia de mobilização de diversas categorias contra a reforma da Previdência.

De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e e Região Metropolitana (Sindimoc), a maioria dos trabalhadores decidiu não cruzar os braços. As consultas estavam sendo realizadas desde segunda-feira (10) nas empresas de transporte.

Com a decisão, os ônibus do transporte público coletivo estão previstos para funcionarem no horário padrão.

Várias categorias aderiram à greve geral convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais.

Na capital paranaense, os atos contra a reforma da Previdência devem começar a partir das 10h desta sexta-feira (14). Os manifestantes se concentrarão em frente ao Palácio Iguaçu.

Os servidores públicos do estado devem aproveitar a mobilização para pressionar o governador Ratinho Junior (PSD) a negociar o reajuste salarial. Os funcionários estão sem a correção inflacionária desde 2016.

Entre as categorias que confirmaram a adesão ao movimento nacional estão profissionais da área da saúde, educação e segurança pública.

O Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba (Sismuc) e Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismac) também vão parar as atividades.

Com informações do Sindicato dos Rodoviários de Curitiba e Paraná Portal