Chuva no Recife alagou ruas e complicou a circulação de ônibus

Chuva no Recife alagou ruas e complicou a circulação de ônibus

13 de junho de 2019 Off Por revistadoonibus

RECIFE – A chuva no Grande Recife causou transtornos nesta quinta-feira (13). O Recife teve 16 deslizamentos de barreira, todos sem vítimas, e parte de uma casa desabou em Dois Unidos, na Zona Norte da cidade, sem deixar feridos. Aulas foram suspensas em universidades e escolas e ruas alagaram na capital e em cidades como Olinda, Paulista, Ipojuca e Jaboatão dos Guararapes.

Foto: Reprodução/WhatsApp

Segundo o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), ações são realizadas para reduzir os transtornos causados pelas chuvas. “Nós estamos agora com mais de mil pessoas nas ruas trabalhando. Só da Defesa Civil são 350 nos pontos críticos da cidade. É importante que as pessoas não fiquem em áreas de risco. Preservar a vida é o mais importante”, declara. 

Em entrevista coletiva realizada durante a tarde, o prefeito afirmou que há abrigos disponíveis para famílias em risco. “Oferecemos abrigos temporários para as famílias que precisarem”, afirma. Mas, até as 17h, nenhuma família procurou a defesa civil em busca de abrigo.

Em alguns pontos da cidade, apenas ônibus e caminhões passavam pelas ruas alagas e com certa dificuldade. Durante a operação inverno, que começou em dezembro de 2018, já foram realizadas 28 mil vistorias na cidade; 9 mil pontos de risco foram cobertos por lona, de acordo com o prefeito.

Com informações da Prefeitura do Recife e Tv Globo