Rodoviários de Cuiabá realizam paralisação nesta segunda-feira

Rodoviários de Cuiabá realizam paralisação nesta segunda-feira

10 de junho de 2019 Off Por revistadoonibus

CUIABÁ – Alegando a falta de pagamento, os rodoviários de Cuiabá e Região Metropolitana não começaram a segunda-feira trabalhando. Muitos ônibus, não saíram das garagens logo cedo. A categoria reclama que desde a última sexta-feira (7) não receberam salário, e ao que tudo indica, ainda não há uma previsão de pagamento.

Pelo menos 300 mil passageiros, que usam os ônibus em Cuiabá e Várzea Grande, devem ser atingidos com a situação.

A informação é de que nem os 30%, previsto em lei, estariam circulando.

De acordo com a Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU), as empresas estariam com dificuldades financeiras para fazer o pagamento aos motoristas.

De acordo com a MTU, a reviravolta no preço da passagem seria um dos fatores que contribui para essa instabilidade no caixa das empresas. A passagem do transporte coletivo, tanto em Cuiabá como em Várzea Grande, é de R$ 4,10.

Segundo o Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores do Transporte Coletivo, o problema de pagamento de salário se arrasta há seis meses.

Os trabalhadores e as empresas de ônibus fizeram um acordo coletivo para que o pagamento fosse feito no último dia útil de cada mês, mas os funcionários alegam que só recebem entre os dias 19 e 20 de cada mês.

Os trabalhadores prometem ficar com os braços cruzados até que os representantes das empresas deem um posicionamento sobre a situação.

Manifestação da população

Na última quinta-feira (06), usuários do transporte coletivo de Várzea Grande fecharam a Avenida da Prainha, em frente à praça Ipiranga.

Eles denunciaram a ineficiência dos ônibus intermunicipais, o valor pago na passagem, a estrutura dos pontos e, principalmente, a falta de veículos circulando.

Um grupo de populares que estava há mais de uma hora aguardando o intermunicipal, que passava e não parava, pelo grande volume de passageiros, se revoltou com a situação e decidiu interditar a pista, sentido Centro-Várzea Grande, para chamar a atenção para o descaso com os passageiros intermunicipais.

Com informações do Mato Grosso Mais