Reclamações de passageiros crescem na cidade de São Paulo

Reclamações de passageiros crescem na cidade de São Paulo

7 de junho de 2019 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO – Está cada vez mais frequentes as reclamações nos ônibus no município de São Paulo. Atrasos, ônibus velhos e lotação, são algumas das reclamações dos passageiros da maior cidade do país. somente nos quatro primeiros meses deste ano, cresceu 18,4% as reclamações do transportes de passageiros.

Nos quatro meses de 2018 as reclamações do transporte de passageiros de São Paulo era 16,8 mil ocorrências, agora esse número saltou para 19,9 mil reclamações. Nas 20 linhas mais problemáticas, o aumento foi ainda maior, segundo dados da SPTrans, ligada à prefeitura, sob gestão Bruno Covas (PSDB), obtidos via Lei de Acesso à Informação.

Neste ano, as reclamações saltaram de 655 para 810, um aumento de 23,6%. Juntas, as 20 linhas correspondem a 4,2% do total de queixas na cidade, onde operam atualmente 1.350 linhas de ônibus. Na linha 575A-10, campeã isolada, o intervalo excessivo entre um ônibus e outro é o que mais incomoda os usuários.

As 20 linhas com mais queixas na capital:
575A/10 – Divisa de São Caetano/Shopping Metrô Tatuapé (68)
607C/10 – Jardim Miriam/Itaim Bibi (52)
6063/42 – Chácara Santo Antônio/Terminal Varginha (46)
967A/10 – Imirim/Pinheiros (44)
6913/10 – Terminal Varginha/Terminal Bandeira (42)
513C/10 – Vila Califórnia/E. T. Itaquera (42)
6061/10 – Jardim Marilda/Terminal Grajaú (42)
6026/10 – Jardim Icaraí/Terminal Santo Amaro (42)
6000/10 – Terminal Parelheiros/Terminal Santo Amaro
4310/10 – E. T. Itaquera/Terminal Parque Dom Pedro 2º (40)
695X/10 – Terminal Varginha/Metrô Jabaquara (38)
6093/10 – Vargem Grande/Terminal Grajaú (38)
4313/10 – Terminal Cidade Tiradentes/Terminal Parque Dom Pedro 2º (38) 311C/10 – Parque São Lucas/Bom Retiro (38)
477A/10 – Sacomã/Terminal Pinheiros (38)
476G/10 – Jardim Elba/Ibirapuera (35)
756A/10 – Jardim Paulo VI/E. T. Água Espraiada (34)
917H/10 – Terminal Pirituba/Metrô Vila Mariana (34)
502J/10 – CPTM Autódromo/Metrô Santa Cruz (34)
2590/10 – União de Vila Nova/Parque Dom Pedro 2º (3)

A SPTrans, sob gestão Bruno Covas (PSDB), atribuiu o aumento nas reclamações no primeiro quadrimestre deste ano ao maior número de interrupções viárias ocorridas no período.

Quanto à linha 575A-10, a SPTrans disse que acompanha a operação da linha de forma intensiva e que autua a operadora em caso de irregularidades. Já a linha 607C-10, segundo o texto, opera com ônibus de grande capacidade e é dimensionada de acordo com o limite de cinco passageiros em pé por m² na hora pico.

Com informações da Prefeitura de São Paulo e do Agora SP