Buser deve fazer campanha em São José dos Campos e Rio de Janeiro

Buser deve fazer campanha em São José dos Campos e Rio de Janeiro

31 de Maio de 2019 Off Por revistadoonibus

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS – A Startup Buser, que também é conhecida como o “Uber do ônibus” por muitos passageiros, deve começar campanha nas cidades de São José dos Campos no interior do Estado de São Paulo e no Rio de Janeiro. O trecho Rio x São José dos Campos x Rio, está com promoção de passagem por R$ 10 no aplicativo da Buser, nesta data.

Para cravar sua imagem na capital paulista, a Buser, realizou na última quarta-feira (29) um passeio com seu ônibus rosa pela cidade de São Paulo, afim de mostrar sua marca em diversos bairros. Em uma rede social, a Startap cria uma campanha, convidando todos de São Paulo a fazer fotos do ônibus rosa e compartilhar usando a hastag #vaidebuser, ainda de acordo com a campanha, as melhores imagens poderão ganhar blusas da Buser, criando o famoso marketing direto nas redes sociais, criando temor aos empresários de grandes viações tradicionais.

Ação da ANTT contra ônibus da Buser

A Buser contratou a Islatour Transportes e Locadora de Veículos Ltda para realizar uma viagem entre São Paulo e Belo Horizonte, e essa empresa encontra-se em situação irregular segundo a ANTT. A Islatur estava praticando “circuito aberto” sendo que é autorizada a fazer somente o “circuito fechado”.

Segundo a ANTT, a Islatur lança mão do fretamento sem seguir as normas da Agência, com intervalo de apenas seis horas numa ida e volta entre São Paulo-Belo Horizonte – citou de exemplo. O Buser teve este veículo apreendido por fiscais, semana passada, mas já informou que atendeu os clientes com outro ônibus poucas horas depois. O caso aconteceu no último dia 17 de maio, mas só veio à tona nesta quarta-feira, 29.

“Nesse caso específico, a infração é que a empresa Islatour estava praticando uma viagem em circuito aberto, e só tinha autorização para fretamento em circuito fechado. A autorização de viagem de número 0004741526 indicava partida de São Paulo às 21h30 de 17/05 com chegada a Belo Horizonte/MG às 08h00 de 18/05; e partida de Belo Horizonte/MG às 14h00 de 18/05, com chegada a São Paulo/SP às 23h50 da mesma data, indicando intervalo de apenas 06 (seis)  horas entre a chegada a Belo Horizonte e a partida de retorno a São Paulo/SP. Em entrevista aos passageiros, foi constatado pela fiscalização que nenhum deles faria o retorno na data de 18/05, indicando que se tratava de viagem em circuito aberto (apenas ida), ensejando a lavratura do auto de infração, de acordo com a Resolução ANTT 233/2003.” – informou a agência.

Em meio as polêmicas, a Buser, segue com seu aplicativo e site oferecendo aos passageiros, viagens entre inúmeras cidades com preços mais convidativos.