Viação Sul Fluminense circulará normalmente nesta terça-feira em Volta Redonda

Viação Sul Fluminense circulará normalmente nesta terça-feira em Volta Redonda

13 de maio de 2019 Off Por Redação Revista do Ônibus

VOLTA REDONDA – Após o governo municipal anunciar que cassou a concessão da Viação Sul Fluminense e que os ônibus da empresa com sede no município, não rodar mais pela cidade, o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, vai receber em seu gabinete na manhã desta terça-feira, dia 14, a Comissão Especial de Transporte da Câmara de Vereadores o Sindicato dos Rodoviários.

O objetivo é debater a empregabilidade dos funcionários da viação Sul Fluminense. Em função disso, a Viação Sul Fluminense vai operar, nesta terça-feira (14), todas as suas linhas. A decisão foi tomada depois que rodoviários da empresa lotaram o plenário da Câmara Municipal para pedir apoio aos vereadores. Estes, por sua vez, decidiram que a comissão se reuniria com o prefeito.

Samuca, na última semana, decretou a caducidade da concessão da empresa em operar linhas na cidade. De imediato, a empresa ainda perdeu 10 linhas com mais reclamações de usuários e que apresentam mais problemas nas linhas. A operação será assumida pelas outras três empresas que prestam serviço na cidade.

– Estamos trabalhando para que não ocorra desemprego e que os funcionários sejam admitidos pelas demais empresas. Estão fazendo terrorismo de que haverá demissão em massa. Isso não vai ocorrer. A empresa ainda terá 21 linhas. Já temos o compromisso do Sindpass de que não haverá demissão e que as empresas vão absorver a mão de obra – disse Samuca.

Nesta terça-feira, às 13 horas, Samuca também estará no Ministério Público do Trabalho para garantir a empregabilidade.

– A população sofre diariamente com a má qualidade do transporte coletivo. São ônibus sucateados, quebrados e atrasados. A população precisa de uma resposta positiva. Negociamos, demos prazo e buscamos caminhos. Mas a população precisa de uma resposta positiva e vamos dar isso a população – comentou.

A cassação da concessão da Viação Sul Fluminense foi decidida porque a empresa não cumpriu o que estava definido no acordo com a prefeitura. Os ônibus da empresa são alvo de reclamações frequentes dos usuários. Recentemente, um deles perdeu a direção quebrou uma roda e atingiu um poste na cidade.

Com informações do Diário do Vale