No Maio Amarelo, PRF e Rota Oeste realizam ações em rodovias de Mato Grosso

No Maio Amarelo, PRF e Rota Oeste realizam ações em rodovias de Mato Grosso

12 de maio de 2019 Off Por Redação Revista do Ônibus

CUIABÁ – Em Mato Grosso, neste primeiro quadrimestre de 2019, foi registrada uma redução de 33% no número de acidentes nas rodovias federais, e a Rota Oeste concessionária que administra parte delas, juntamente com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), participam durante todo este mês, da campanha nacional Maio Amarelo, que visa chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

O quinto mês do ano é escolhido para ser realizada a campanha, pois no dia 11 de maio de 2011, a ONU decretou a “Década de Ação para Segurança no Trânsito”. Com isso, maio se tornou referência mundial para balanço das ações.

A cor é referente ao semáforo, onde o amarelo simboliza atenção e também sinalização e advertência no trânsito, e justamente por pedir atenção aos condutores e alertar sobre os perigos que podem ser encontrados em rodovias que tanto a concessionária quanto a PRF atuam em parceria nesta campanha.

O superintendente da PRF em Mato Grosso, Francisco Élcio Lucena, disse da importância da união dos órgãos e que, em grande parte, os acidentes são causados por imprudência do condutor.

Foto: Polícia Rodoviária Federal – Divulgação

“A PRF se sente honrada em participar dessa ação integrada em prol da vida, essa união possibilita resultados mais efetivos. A maioria dos acidentes são causados por atitudes incorretas dos motoristas, precisamos alertar a sociedade e convencê-la a ter um comportamento mais assertivo no trânsito”, disse.

Já o gerente de operações da Rota Oeste, Wilson Ferreira, explicou ao Circuito Mato Grosso, que o Maio Amarelo é importante para a preservação da vida e ao longo das rodovias que a empresa administra, placas com o mote da campanha estão divulgando a ação.

“Este é um momento de valorização e conscientização de importância a vida. Tivemos uma redução nos primeiros meses de 36% de mortes nas rodovias e queremos diminuir ainda mais este número. Ao longo dos trechos que é de compreensão da Rota Oeste, mensagens da campanha estão sendo mostrada aos condutores”, detalhou.

A Concessionária destaca a importância de campanhas de conscientização como o ‘Maio Amarelo’ para a diminuição no número de acidentes na BR-163. Por este motivo, mais uma vez, investe nestas ações e iniciativas junto aos usuários da rodovia. Para este ano, o tema “Quando você multiplica sua atenção, você soma com a vida” busca reforçar os cuidados básicos com as regras de trânsito, respeito à sinalização e limite de velocidade.

Números de acidente

A Rota do Oeste informa que no primeiro trimestre de 2019 foram registrados 853 acidentes no trecho sob concessão da BR-163. O número é 6% menor ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 906 ocorrências. Em relação aos óbitos, houve uma redução de 35%, com a quantidade caindo de 32 mortes em 2018 para 21 vítimas fatais, de janeiro a março deste ano.

Ao todo, em 2018, foram 114.449 atendimentos realizados pela Rota do Oeste na BR-163, sendo 35,3% relacionados a problemas mecânicos de veículos, como panes e superaquecimento do motor. Este ano, até março, são 28.402 atendimentos, com cerca de 9,8 mil casos referentes a panes e quase 1 mil atendimentos clínicos.

A equipe da concessionária explicou que o número de ocorrências da Rota Oeste é maior que os números registrados pela PRF, devido a concessionária atender todo tipo de ocorrência que acontece nas rodovias.

Já a PRF informou que o trabalho da instituição é no atendimento do acidente e confecção do boletim do acidente. No atendimento está incluindo a garantia do fluxo de veículos, e também ordem na via.

Durante a confecção do boletim de ocorrência no acidente, são levantadas todas as informações relacionadas ao acidente, como por exemplo; envolvidos, condições do veículo, condições da via, condições dos condutores se consumiu álcool ou não, é coletado depoimentos para testemunhos de direção perigosa entre outros.

Outras opções

A PRF tem como foco a prevenção de acidentes e a agente Neocleciana explicou em entrevista que desde uma ronda até abordagens, são essenciais no trabalho da PRF para prevenir acidentes.

“O trabalho diário da PRF entre outros itens, é a prevenção de acidente. Desde uma simples ronda policial, já é um trabalho na prevenção de acidentes, pois quando uma pessoa vê a PRF na rodovia já se cuida mais e tem atitude mais positiva no trânsito. O simples fato já uma viatura passar já ajuda e muito para coibir acidentes”, contou.

“Todos os dias cada agente tem um cartão de trabalho, chamado  cartão programa, onde tem que cumprir fiscalização em determinados trechos, onde tem registros de incidência de acidentes, o policial vai ao local fazer uma fiscalização e trabalhos específicos”, acrescentou.

Além disso, é realizada pela PRF o trabalho de educação no trânsito, onde atividades são realizadas desde escola com crianças, a transeuntes pelas rodovias ou próximo das estradas.

 “A educação para o trânsito consiste em palestras, demonstração de aparelhos utilizados pela PRF em fiscalização, mostra de vídeos, como é realizado o trabalho pelos agentes e instruindo as pessoas a terem bom comportamento no trânsito, e esse trabalho é importante com as crianças, pois eles já fazem parte do trânsito, como pedestres, ciclistas ou passageiros e são importantes e no futuro também são motoristas, além de serem ótimos fiscalizadores do trânsito verificando o comportamento dos adultos”.

A Rota Oeste além de participar do Maio Amarelo, também trabalha com outros programas ao longo do ano como o Safra Segura, a Rota Seguro voltado aos motoristas com dicas, prevenções e ensinamentos para um trânsito mais seguro.

Wilson Ferreira, detalhou ainda que a maioria dos acidentes atendidos pela equipe, ainda é em decorrência por uso de aparelho celular por parte do condutor enquanto dirige.

“Mais de 500 integrantes em escalas atuam nas 18 bases em 650 km de rodovia administrados pela Rota Oeste. Além do trabalho de prevenção realizada pela equipe 70 carros estão a disposição para fiscalizar as estradas e ainda contam com 18 veículos de resgate as vítimas sendo cinco UTI’s móveis”.

Com informações da Polícia Rodoviária Federal, Rota Oeste e Circuito Mato Grosso