Rio: Após inauguração do Corredor de Ônibus em Niterói, moradores pedem ciclovia

Rio: Após inauguração do Corredor de Ônibus em Niterói, moradores pedem ciclovia

2 de Maio de 2019 Off Por revistadoonibus

O corredor exclusivo para ônibus da Região Oceânica de Niterói, o BHLS, começou a operar no dia 27 de abril. A TransOceânica tem 9,3 quilômetros de extensão e liga a Região Oceânica à Zona Sul do município, passando por 13 bairros – há 13 estações ao longo do seu percurso.

Foto: Reprodução de TV

Mas a obra não agradou a todos. Moradores e ciclistas de Niterói, cobram da Prefeitura de Niterói, a ausência de ciclovias próximas à pista principal.

“O que a prefeitura fez foi pintar algumas faixas vermelhas nas ruas internas dos bairros daqui da região e chamar aquilo de ciclovia. Não tenho dúvidas de que ciclistas começarão a ser atropelados aqui”, disse um dos manifestantes, o professor Eduardo Machado.

O prefeito Rodrigo Neves rebateu as afirmações. “Quadruplicamos a extensão de ciclovias em Niterói nos últimos quatro anos – só aqui na Região Oceânica foram mais de 20 quilômetros. É claro que, gradualmente, teremos que fazer ajustes, mas não procede dizer que não há ciclovia aqui”.

Segundo a prefeitura, a via, que levou cerca de três anos anos para ser concluída, a princípio estava orçada em R$ 320 milhões.